Envolto em vento

Poema bizarro. Fico com vergonha de postar essas coisas, mas vamos testando.

 

Vem.

Que já passou da hora de unirmos nossos corpos e seguirmos essa trilha,

 

Que toda máscara é vão esforço,

Besteira fingir que minha alma não ressoa com a tua.

 

Vem…

Deixe que eu contemple a perfeição que existe em ti.

Não deixarei, como nunca deixei, de ver seus erros. Mas eles são como a brisa que apaga a vela mas incandesce a brasa.

 

Que meu coração dissipe, torne-se leve como flores que são carregadas pela brisa.

 

Vem dançar comigo através da espiral do tempo.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s